Meus confidentes

sexta-feira, 12 de abril de 2013

Sim, eu sou muito ansiosa.....e isso me faz mal!!!

   

Eu sou uma pessoa extremamente ansiosa. Fico angustiada, nervosa, passo mal mesmo. Geralmente desconto na comida, e saio comendo tudo que vejo pela frente. E isso me faz mal, muito mal. 

   E faz mal porque incomoda, prejudica meu dia a dia. Às vezes fico nervosa, brigando com todo mundo. Em outras, fico área, pois a situação ou problema que me deixam ansiosa não sai da minha cabeça. 

   E, lendo na net, resolvi fazer um post a respeito. Destaco que a grande maioria das informações retirei em sites da net, fazendo um texto único sobre o assunto.

  Espero que gostem e que ajude a outros pessoas que, assim como eu, sofrem muito com isso.

   "Algumas pessoas ficam mais ansiosas do que outras e, por isso, reagem de maneiras diferentes diante de algumas situações. Geralmente, essa reação depende muito da importância que a pessoa dá ao assunto, mas caso ela já seja ansiosa por natureza, pode ficar ainda mais em determinadas ocasiões.

   O problema acontece quando os sintomas da ansiedade se tornam crônicos e persistem por mais tempo – se durar mais de duas semanas e começar a atrapalhar as atividades do dia a dia, é preciso procurar um médico.
   
   Importante alertar que os sintomas provocados pelo estresse e ansiedade aumentam a pressão arterial e também o risco de infarto.

   Além de deixar a pessoa tensa e em estado de alerta, a ansiedade causa também dificuldade para relaxar, sensação de peso nas costas, diarréia, preocupação, falta de ar, taquicardia, aumento da pressão arterial e sudorese. É preciso, no entanto, saber diferenciar a ansiedade de um simples estresse – normalmente, se a pessoa não consegue superar o obstáculo, está ansiosa; se ela fica nervosa, mas consegue vencer o obstáculo, é apenas um estresse.

   Algumas pessoas ficam ansiosas por causa do acúmulo de diversas situações que causam estresse.
Compras, dívidas, processos seletivos, nascimento de crianças da família e jogos de futebol, se combinados, podem gerar o sentimento de ansiedade. Nem sempre é possível se livrar de todos os fatores que estressam, mas é possível controlar o estresse antes que ele leve à ansiedade.

  Atividades físicas regulares e exercícios de relaxamento, como ioga e meditação, por exemplo, ajudam bastante. Além disso, é importante se esforçar para relaxar e entender que nem tudo está sob controle e pode ser resolvido – dessa maneira, é possível evitar que a ansiedade saudável se transforme em uma doença.


   O termo "ansiedade" tem várias definições nos dicionários não técnicos: aflição, angústia, perturbação do espírito causada pela incerteza, relação com qualquer contexto de perigo, entre outros.
Levando-se em conta o aspecto técnico, devemos entender ansiedade como um fenômeno que ora nos beneficia, ora nos prejudica, dependendo das circunstâncias ou intensidade, e que tornar-se patológico, isto é, prejudicial ao nosso funcionamento psíquico (mental) e somático (corporal). 

    A ansiedade é um sinal de alerta, que permite ao indivíduo ficar atento a um perigo iminente e tomar as medidas necessárias para lidar com a ameaça. Portanto é um sentimento útil. Sem ela estaríamos vulneráveis aos perigos e ao desconhecido. É algo que está presente no desenvolvimento normal do ser humano, nas mudanças e nas experiências novas e inéditas. A ansiedade permite a um ator que estreará uma nova peça, ensaiar o suficiente para ter maior segurança e, conseqüentemente, menor ansiedade; ou então que um jovem se prepare demoradamente e até com vários detalhes irrelevantes para um encontro amoroso. Após algum tempo, a preparação para o encontro com uma antiga namorada se torna quase desnecessária, já que não há mais ansiedade.
   
   A ansiedade estimula o indivíduo a entrar em ação, porém, em excesso, faz exatamente o contrário, impedindo reações.

   Os transtornos de ansiedade são doenças relacionadas ao funcionamento do corpo e às experiências de vida.

   A pessoa pode se sentir ansiosa a maior parte do tempo sem nenhuma razão aparente ou pode ter ansiedade apenas às vezes, mas tão intensamente que se sentirá imobilizada. A sensação de ansiedade pode ser tão desconfortável que, para evitá-la, as pessoas deixam de fazer coisas simples (como usar o elevador) por causa do desconforto que sentem.


  Os transtornos da ansiedade têm sintomas muito mais intensos do que aquela ansiedade normal do dia a dia. Eles aparecem como:

  • Preocupações, tensões ou medos exagerados (a pessoa não consegue relaxar)
  • Sensação contínua de que um desastre ou algo muito ruim vai acontecer
  • Preocupações exageradas com saúde, dinheiro, família ou trabalho
  • Medo extremo de algum objeto ou situação em particular
  • Medo exagerado de ser humilhado publicamente
  • Falta de controle sobre pensamentos, imagens ou atitudes, que se repetem independentemente da vontade
  • Pavor depois de uma situação muito difícil.


Tratamento de Ansiedade

Existem três tipos de tratamento para os transtornos de ansiedade:
  • Medicamentos (sempre com acompanhamento e receita médica)
  • Psicoterapia com psicólogo ou médico psiquiatra
  • Combinação dos dois tratamentos (medicamentos e psicoterapia).
A maior parte das pessoas com ansiedade começa a se sentir melhor e retoma as suas atividades depois de algumas semanas de tratamento. Por isso, é importante procurar ajuda especializada na unidade de saúde mais próxima. O diagnóstico precoce e preciso da ansiedade, o tratamento eficaz e o acompanhamento por um prazo longo são imprescindíveis para obter melhores resultados e menores prejuízos.



Como é a ansiedade normal?
 
   A ansiedade normal é uma sensação difusa, desagradável, de apreensão, acompanhada por várias sensações físicas: mal estar epigástrico, aperto no tórax, palpitações, sudorese excessiva, cefaléia, súbita necessidade de evacuar, inquietação etc. Os padrões individuais físicos de ansiedade variam amplamente. Alguns indivíduos apresentam apenas sintomas cardiovasculares, outros apenas sintomas gastrintestinais, há aqueles que apresentam apenas sudorese excessiva. A sensação de ansiedade pode ser dividida em dois componentes:
  1. a consciência de sensações físicas, e
  2. a consciência de estar nervoso ou amedrontado.

Quando a ansiedade é anormal?

A ansiedade anormal ou patológica é uma resposta inadequada a determinado estímulo, em virtude de sua intensidade ou duração. Diferentemente da ansiedade normal, a patológica paralisa o indivíduo, traz prejuízo ao seu bem estar e ao seu desempenho e não permite que ele se prepare e enfrente as situações ameaçadoras.

 Bom, tem muito mais coisa sobre a ansiedade que você pode saber, pesquisando na internet. Esse foi apenas um apanhado, é um pequeno resumo. Espero que ajude e esclareça as pessoas que, assim como eu, sofrem disso também.

 Bjks e um excelente fim de semana. 

Conteúdo retirado de pesquisas na internet

5 comentários:

  1. HOLA, COMO STAS... INTERESANTE TU BLOG, TE FELICITO.
    AHORA TE SIGO, TE INVITO A QUE ME VISITES Y VEAS LO QUE YO HAGO, SERAS BIENVENIDA SIEMPRE..
    BESOS, ABRAZOS Y BENDICIONES.
    ZHOBEYDA.

    ResponderExcluir
  2. Eu também sou muito ansiosa.
    Bjoks

    ResponderExcluir
  3. Adorei seu post, mto esclarecedor e útil.
    Sou ansiosa, mas acho que dentro da normalidade, sei que já fui mais, porém, com o tempo aprendi a me controlar.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Eu sou muito ansiosa.
    Mas procuro me policiar sempre.
    É um sacrifício!

    Abraços
    Silmara Freitas

    ResponderExcluir
  5. tb sou super hiper mega ansiosa.... não tenho paciencia pra nada nessa vida e me irrito com gente paciente....to sempre correndo..acordo as 5h da manhã e já saio agitando...ligo a maquina de lavar de madrugada...kkkkk..os vizinhos devem me adorar.... nao consigo parar nunca...ando de um canto pro outro...em casa no trabalho...sempre catando alguma coisa pra fazer...nao tenho paciencia quando as coisas demoram...fila de banco eu enfarto..nem vou...faço tudo pelo computador.... no supermercado vou em todos os caixas, um por um..pra saber qual está com menos gente e carrinhos mais vazios...odeio esperar...meu namorado dorme e dorme e dorme...odeio dormir na casa dele..porque eu acordo as 4;30, 5:00 da manhã e ele lá roncando..isso me irrita... eu me mexo a noite inteirinha... moro só com meu filho...tenho um cama box king e ainda acho pequena..porque ocupo a cama toda...de tanto que me mexo...como super rapido..nao gosto mto e almoçar com amigas..pq elas mastigam demais a comida...prefiro ir ao shopping sozinha..porque nao tenho saco pra ver as amigas indecisas comprarem...eu olho e levo..elas são lerdas....aliás...pra terminar..adoro ser ansiosa..odeio gente mole....na verdade não gosto de gente...prefiro ficar sozinha..nao ligo pra parentess..pq nao tenho saco de papo abobrinha...gostaria muito de viver em outro plano onde nao tivese que aguentar pessoas chatas... tchau pra vcs... Mariah

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário e por compartilhar seus segredinhos comigo também!!! Volte sempre!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...